A pandemia deixou um recado para as empresas brasileiras: “Invista em tecnologia urgentemente!”

O novo coronavírus antecipou o futuro e a antiga aliada se tornou ferramenta essencial para sobrevivência das empresas no pós-pandemia.

Com o impacto econômico global gerado pela pandemia do novo coronavírus, grandes mudanças socioeconômicas e até culturais vieram, em sua grande maioria, com suporte da tecnologia. Desde a educação à distância, experiências culturais com transmissões ao vivo, a forma como socializamos com amigos e familiares em videochamadas, até o trabalho remoto e a forma e intensidade que compramos on-line.

Se você nos acompanha, deve ter lido nossos artigos anteriores. Nos quais, mencionamos o grande “boom” do e-commerce, o quanto a demanda e necessidade deste serviço cresceram em 3 meses de pandemia o esperado para 10 anos. Ou ainda, sobre como o setor de Distribuição/Atacadista precisará de tecnologia para manter um planejamento onde as oscilações se fazem presente nas vendas no novo normal.

As medidas de isolamento anteciparam a transformação digital. O futuro chegou. E, apesar de ainda vivermos um cenário de incertezas, uma coisa é certa: nossa realidade nunca mais será como antes. Então, será que já é tarde demais para sua empresa investir em tecnologia?

Nunca é tarde demais. Mas, ninguém melhor do que você sabe que tempo é dinheiro. Há alguns anos, grandes distribuidoras e atacadistas já não desperdiçam tempo com cadernetas, papeladas e incertezas, e as substituíram pela segurança, agilidade, excelência e produtividade de soluções logísticas.

E é exatamente este o ponto. Nosso CEO, Emílio Saad Neto, especialista em logística de entregas, em entrevista para ABAD, confirmou que empresas que ainda não adotaram soluções tecnológicas possuem baixa eficiência no processo de entregas. E ainda, retifica que com a automação dos processos logísticos, o setor atacadista distribuidor só tem a ganhar, por exemplo: em reduções de custos, de quilometragem rodada, e de tempo de execução da carga, bem como o aumento do número de entregas.

Para o coordenador de logística da Andrade Distribuidor, empresa que reduziu 27% de km por entrega, Thales Paulino, a tecnologia do Fusion DMS trouxe bons resultados operacionais, reduzindo custos de transporte e mostrando uma parte da operação que não tinham visibilidade, tornando a gestão mais eficaz e auxiliando em planejamentos e tomadas de decisões.

Segundo estudos do IDC (International Data Corporation) anteriores à pandemia, até 2022, 80% da receita das empresas dependerá de operações digitais. Operações e infraestrutura digital em alinhamento com alta gerência em tempo real fornecerão experiências melhores aos clientes e impulsionarão os negócios. Arvind Krishna, presidente da IBM, ressaltou na última conferência anual da empresa a necessidade que há atualmente e a urgência que surgirá no mundo pós-pandemia em investir em inteligência artificial e tecnologia nos processos internos. Para ele, “será impossível garantir a qualidade dos serviços com velocidade, flexibilidade, discernimento e inovação sem tecnologia.”

No mundo dos negócios, a teoria do Darwinismo é lei: para sobreviver, a solução é se adaptar. E quando o assunto é tecnologia, nós podemos te ajudar a atravessar este momento e chegar no pós-pandemia ainda mais forte e preparado. Fale conosco e saiba como nossa tecnologia tem transformado empresas em todo o Brasil.

Solicite uma apresentação e conheça de perto o Fusion DMS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s