O que é, como medir e alcançar a entrega perfeita na logística?

Já parou para pensar quais erros você deveria parar de cometar para alcançar a entrega perfeita a fim de garantir a satisfação dos seus clientes?

Para começar você deve se fazer algumas perguntas, como por exemplo:

Faço entregas roteirizadas? Consigo acompanhar minha frota de caminhões em tempo real? Consigo saber antecipadamente se teve algum erro com a pesagem do caminhão ou pedido errado?

Se a resposta para algumas dessas perguntas for não, você tem um sério problema, você pode estar deixando de vender e/ou perdendo dinheiro, mas o que realmente está em jogo aqui é a reputação da sua empresa.

Mas, o que seria a entrega perfeita?  

De início, é importante saber que a entrega ideal é composta pelos seguintes níveis:

  1. Entrega realizada 100% dentro do prazo;
  2. Na quantidade certa (taxa de preenchimento 100%);
  3. Na condição e embalagem certas;
  4. Com a documentação correta.

A entrega perfeita é o produto chegar no dia e hora certos, lugar certo e para a pessoa certa, além disso é entregar o produto com a qualidade que o cliente espera.

Contudo, para fazer isso acontecer é necessário melhorar a qualidade dos processos logísticos, com o fim de satisfazer o cliente quando a entrega é pontual e sem atrasos.

Como medir sua entrega perfeita?

A entrega perfeita é calculada a partir da eficiência das etapas de um pedido.

Devemos levar em conta dois fatores:

  • On-Time: Percentual de entregas realizadas dentro do prazo;
  • In-Full: Percentual de eficiência em todos os processos envolvidos no atendimento, ou seja, se o pedido foi entregue no local correto, completo, sem erros e de acordo com as especificações combinadas previamente.

Para calcular o pedido perfeito, você precisa dividir o número de entregas que se enquadram em todos os critérios estabelecidos acima pelo número total de entregas realizadas no período analisado. 

Para obter o percentual, basta multiplicar por 100. 

A fórmula então seria: 

Pedido perfeito = nº de entregas ÷ nº total de entregas x 100.

Por exemplo, Se em um determinado período sua empresa realizou 85 entregas, mas apenas 79 delas ocorreram no prazo e sem nenhum tipo de problema, o cálculo seria: 79÷85=0,92×100=92%. 

Ou seja, o indicador OTIF de sua empresa nesse período específico foi 92%.

Vale destacar que quanto mais próximo esse valor estiver de 100%, melhor!

Em linhas gerais, as organizações têm um índice de pedido perfeito de 90% — cerca de 10% de todos os pedidos enviados apresentam algum tipo de falha.

Isso é o que aponta a American Productivity and Quality Center (APQC), maior autoridade mundial em benchmarking, melhores práticas, melhoria de processos e desempenho e gestão do conhecimento.

E-book: Gestão logística de entregas

Entrega perfeita: os benefícios para sua empresa!

São inúmeros os benefícios dessa prática, alguns deles são: melhorias no controle operacional e estoque, prospecção de novos clientes que terão uma boa experiência com a empresa e irá repetir a compra, podendo até fazer um marketing boca a boca, tornando seu negócio ainda mais conhecido.

Contudo, não é só a satisfação do cliente que importa. Uma boa estratégia a fim de diminuir os custos deverá ser aplicada, e isso só poderá ser feito com o auxílio de tecnologias que automatizem e integrem seus processos e estratégias.

Afinal, vale a pena investir tanto para alcançar o pedido perfeito na empresa?

A resposta é sim! Garantir a entrega do produto certo e na quantidade certa diminui o risco e gera uma credibilidade alta para a sua empresa, aumentando sua reputação no mercado. Também é possível aumentar a rentabilidade do seu negócio e evitar ter estoques desequilibrados.

Está esperando o que para alavancar suas vendas e garantir o sucesso da sua empresa?

Deixe uma resposta Cancelar resposta