Excesso de estoque

Evite o excesso de estoque: saiba as causas, consequências e soluções

Por falta de um bom planejamento o excesso de estoque pode causar muitos prejuízos para a sua empresa. A causa disso é a grande quantidade de produtos armazenados, que vai além da demanda das vendas de sua empresa.

Esse é um problema comum de acontecer, mas para evitá-lo é preciso pensar em uma boa estratégia e, assim, diminuir custos e ter um maior controle das suas compras.

Portanto, estabelecer um plano de ação poderá facilitar o seu contato com os fornecedores, ter maior controle do inventário e entregar relatórios gerenciais mais precisos.

O que causa o excesso de estoque?

O excesso de estoque pode ser causado pela sazonalidade do produto, aumento da valorização da marca, novos concorrentes no mercado ou por condições socioeconômicas de um determinado mercado que esteja em queda.

Ainda assim, o excesso de estoque pode ser separado em dois grandes grupos:

Fatores externos:

O armazém possui a mesma quantidade de estoque estabelecida no planejamento logístico, porém, a demanda pelo produto baixou, e a quantidade do estoque é maior que a demanda do mercado.

Este é um claro fator externo: a demanda do mercado. Com isso, o armazém terá que mudar o seu estoque para outro lugar para equilibrar a incompatibilidade.

Fatores internos:

Podem ocorrer por um mal planejamento da gestão de estoque, falta de organização da própria empresa ou do departamento de vendas e compras que errou a previsão de crescimento do mercado.

Quais consequências o excesso de estoque pode trazer ?

Redução do capital de giro

Com muitos produtos acumulados e sem venda você terá a redução do capital de giro e baixa liquidez, item que facilita a venda sem ter perda de valor.

O capital de giro é responsável por trazer faturamento para sua empresa, logo, com ele em decadência a empresa vem a ter prejuízos.

A perda de produtos e de matéria prima pode ocorrer!

Quando os produtos ficam muito tempo parados em um estoque, eles podem acabar se estragando, impossibilitando a venda e trazendo dor de cabeça para o gestor de estoque.

Todos os setores tem seus riscos, portanto sempre é bom planejar bem o que fazer para não se expor às ameaças, como:

  • determinados itens perderem a validade;
  • ocorrer danos no processo de deslocamento;
  • sofrer efeitos de umidade;
  • ocorrer danos com a variação da temperatura; entre outros.

Aumento de custos com a manutenção de estoque

A manutenção do estoque é uma boa prática de gestão. Entre as medidas que a empresa tomará, temos como foco analisar o consumo nos últimos meses, refinar e avaliar a curva ABC e categorizar os produtos para facilitar a verificação de quais itens precisam ser substituídos.

Empresas que tem o excesso de estoque tornam os seus processos logísticos muito mais difíceis. Afinal, com uma grande quantidade de produtos armazenados é preciso de uma estrutura ainda maior e reforçada para aguentar o grande volume do estoque.

Também será preciso de uma quantidade maior de colaboradores para realizar o serviço de manutenção.

Como lidar com o grande excesso de estoque?

Agora, que você já sabe das más consequências de um grande volume de estoque, iremos te explicar como lidar com esse tipo de problema da melhor forma possível. Confira abaixo!

1 – Planeje bem as compras

Sempre é importante qualquer negócio planejar bem suas compras. Para que dê certo é preciso fazer um acompanhamento constante dos produtos que estão a venda no seu negócio.

Sobretudo, é importante realizar alguns cuidados com vendas de forma periódica.

E ainda, se essas estratégias forem feitas manualmente há grandes riscos de ocorrer erros na contagem podendo causar o excesso ou a falta de estoque.

Mas, com o surgimento de novas tecnologias e o bom uso delas por parte do gestor. É possível estabelecer uma comunicação mais efetiva entre o negócio e o fornecedor, a fim de aumentar a produtividade da sua equipe e garantindo dados genuínos.

2 – Escolha o dia certo para construir inventários

Construir inventários é um ponto que merece um pouco mais de atenção por sua empresa. Para construí-lo de forma eficaz é preciso entender o momento certo para isso.

 Portanto, se você escolher um dia com grandes movimentações das mercadorias, esse trabalho se tornara difícil além de aumentar o risco de o inventário ter falhas em suas informações.

Os produtos devem sempre ser categorizados para aumentar o sucesso do inventário. A partir disso, será mais fácil para os seus funcionários identificar quais os tipos de materiais, além de proporcionar uma contagem efetiva.

Detalhe: não se esqueça de deixar o espaço do estoque bem organizado. O inventário não é só a contagem dos produtos disponíveis, ele também contribui para a organização, impedindo o excesso do estoque.

3 – Ter controle sobre o seu negócio

Conforme já discutimos e chegamos a conclusão que é uma contribuição para que sua empresa tenha ótimos resultados. Evitar o excesso de estoque deve se tornar uma prática importante e estratégica do seu negócio.

Automatizar processos permitirá que você tenha facilidade em verificar quais itens estão disponíveis em sua empresa a fim de permitir que os seus colaboradores foquem em um trabalho mais estratégico em suas operações.

Vale ressaltar a importância de desenhar um fluxo de entrada e saída dos produtos, com isto desenhado é possível manter a gestão sempre alinhada com o que foi estabelecido no planejamento.

Deixe uma resposta Cancelar resposta