Logística 4.0

Logística 4.0: Competências que os profissionais devem ter

A logística 4.0 vai muito além de uma só expressão. É uma nova fase, com tecnologias mais avançadas, conexões inteligentes, atendimento otimizado com requisitos em velocidade, grande eficácia nos processos e uma redução de custos maior, e uma ampla disposição em informações proporcionada pela indústria 4.0.

As decisões são mais precisas e baseadas em dados, grande parte são de produção das empresas, e outras são por trocas dos clientes, embarcadores, transportadoras e armazéns.

Para entender o contexto, te daremos uma breve explicação do que é indústria 4.0

Também chamada de quarta revolução industrial, a indústria 4.0 é uma unção de um sistema amplo em tecnologias avançadas, como por exemplo: Inteligência artificial (IA), robótica, internet das coisas (IoT) e computação na nuvem, que estão mudando as formas de produção e os modelos de produção no Brasil e no mundo todo.

A indústria 4.0 pode gerar uma economia de até R$ 73 bilhões ao ano. É o que diz a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI)

Agora que você já sabe um pouco sobre indústria 4.0 daremos continuidade ao assunto

A evolução da logística

A indústria tem uma necessidade muito grande de se adaptar aos novos requisitos que, com o passar do tempo o mercado vai exigindo, desde a primeira revolução industrial, lá no século XVIII, na Inglaterra.

Naquela época a Indústria 1.0 já estava em prática, e diante de algumas descobertas, como: máquinas a vapor, as fábricas foram remodeladas e ampliadas.

Assim, a mecanização levou à expansão do mercado têxtil junto com a metalurgia, incluindo o setor de transportes.

Já no século XIV surgiu a segunda revolução industrial, contudo gerou – se uma grande procura especialização em mão de obra com o intuito de se qualificar.

A eficiência operacional tornou – se muito mais importante durante esse período, a produção em massa voltou a ser uma realidade e a produção aumentou exponencialmente.

A indústria automobilística fez seu nome, com a Ford produzindo modelos em massa na indústria automobilística, como o “Modelo T” da Ford.

Anteriormente, por volta do século XX vivemos a terceira revolução industrial, acontecimento recente, se considerarmos que ocorreram no século passado. Esse período foi marcado pelo início da transformação digital.

Além da disseminação da Internet e do uso de softwares e dispositivos móveis, também houve avanços na ciência, na robótica e na eletrônica.

Atualmente, com toda certeza a novidade é a logística 4.0. Que está sendo nomeado como a quarta revolução industrial. A logística 4.0 afetou toda a ordem de economia, modificando a maneira de como são feitos os negócios, mudando a sociedade e o estilo de vida das pessoas.

Entretanto, com essa nova revolução foram estabelecidas algumas tecnologias como: A internet das coisas (IoT), impressoras 3D, big data, Analytics, realidade aumentada, entre outras tecnologias.

O momento atual é a revolução 4.0

Esse conceito foi criado na Alemanha, a tendência é automatizar o setor fabril, otimizando processos e diminuindo custos.

Isso só é possível por causa da utilização de recursos ciberfísicos, possíveis por causa do IoT (internet das coisas) e da cloud computing (computação em nuvem), como anteriormente citado.

Tudo isso é muito mais que uma tendência, a indústria 4.0 é uma realidade e para sair na frende dos concorrentes e se destacar no mercado é preciso investir em recursos tecnológicos para desenvolver os processos com mais facilidade e aumentar o potencial analítico das suas equipes.

A principio a logística também é impactada por essas grandes mudanças. Se antes o comum era correr riscos em manter grandes estoques e ter os riscos de sofrer perdas, seja por conta de validade ou a dificuldade de armazenagem, agora é mais que necessário a digitalização na logística e uma gestão inteligente.

Quais os benefícios da logística 4.0?

Os benefícios da logística 4.0 para todos os envolvidos nessas áreas são muitos, tecnologia da informação e a comunicação em massa que conecta clientes a empresas, transportadoras e possibilita a troca de dados relevantes.

  • Entre os diversos benefícios, vale destacar maior integração entre os atores da cadeia de suprimentos;
  • prazos de entrega mais curtos;
  • otimização de espaço e custos de armazenagem;
  • melhor aproveitamento das frotas e otimização dos custos de transporte;
  • redução de estoque e prevenção de perdas e desperdícios;
  • maior segurança da cadeia de suprimentos, evitando paradas na linha de produção;
  • Redução da burocracia no processo, aumentando a produtividade e competitividade no mercado;
  • Capacidade de gerar grandes quantidades de dados relevantes para apoiar tomadas de decisões cada vez mais confiantes para melhoria contínua;
  • Além de aumentar significativamente o engajamento, maior satisfação do cliente, margens para transportadores e operadores logísticos.

Quem ainda não está por dentro dessa nova era da logística, precisa se preparar para essa nova realidade. Transportadoras e operadores logísticos devem promover mudanças na cultura organizacional e nas práticas diárias para os seus colaboradores irem se adequando.


Contudo, um gestor que deseja aumentar o desempenho da empresa precisa entender e revisar seu trabalho, buscando otimização e maior automação.

Habilidades necessárias para o profissional da logística 4.0

Com esse novo cenário, surgiram novas tendências para suprir as necessidades dos consumidores, que estão cada vez mais ativos no ambiente online e com demandas de entregas cada vez maior. Portanto, algumas habilidades para o profissional dessa área logística também mudaram.

Por isso separamos algumas habilidades, são elas:

Inteligência de dados

Para atuar nesse setor é preciso compreender dados para reconhecer os padrões e tendências, identificar interferências e as possíveis soluções.

É essencial para as marcas e principalmente aos consumidores, terem informações em tempo real sobre os processos de entrega.

A fim de interpretar o andamento da operação, por exemplo: qual pedido saiu para entrega, onde ele está, e quantos dias faltam para o destino final. Saber dessas informações estreita os laços entre os consumidores e os e- commerces e aumentam a confiança, dando potencial para compras futuras.

Se adaptar as novas tecnologias da logística 4.0

Estar por dentro das novas soluções tecnológicas é fundamental para as empresas se manterem competitivas no mercado e continuarem ganhando visibilidade, mas caso isso não ocorra as consequências são sérias.

Estamos falando de inteligência artificial, aprendizado com novas máquinas, entregas com veículos autônomos, drones, internet das coisas e várias outras necessidades dos consumidores 4.0

Resolução de problemas

Sobretudo, resolver os contratempos é essencial para os profissionais a fim de ter uma carreira de sucesso na logística.

Pois, um simples erro pode afetar diretamente seus processos logísticos podendo gerar perda de estoque, problemas com entregas e aumentar os seus custos.

Entretanto, todo profissional 4.0 deve estar apito para lidar com as mudanças repentinas e gerenciar crises.

Foco no cliente

Todas as habilidades que foram citadas anteriormente, têm como foco principal o cliente e suas necessidades.

 Sendo assim é necessário utilizar ferramentas de melhorias contínua dos processos, a fim de descobrir como alcançar uma eficiência maior e garantir o melhor serviço para as marcas.

Quer fazer parte da logística 4.0, reduzir custos e sair na frente dos seus concorrentes com recursos otimizados com suporte a toda hora? Acesse https://site.fusiondms.com.br/orcamento e faça um orçamento. Te esperamos em breve!

Deixe uma resposta Cancelar resposta